Rádio Os Garotos de Liverpool

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Último show oficial dos Beatles completa 48 anos


O dia 29 de agosto de 1966 foi um marco para a história dos Beatles: foi o dia do último concerto oficial da Depois de quatro anos de álbum-turnê-álbum, os Beatles decidiram que não iriam mais se apresentar ao vivo. Essa decisão partiu de John Lennon e foi aceita por todos. Cansados dos shows que as fãs não ouviam eles, nem eles se ouviam, e não evoluiam musicalmente. Ali, era o fim das turnês e dos velhos Beatles, que depois disso partiram para quatro anos de criação dentro dos estúdios, e mostraram de fato o motivo de ser a maior banda da história, criando álbuns como o Sgt. Pepper's, White Album e o Abbey Road.



No Candlestick Park, tocaram por curtos 28 minutos, sabendo que aquele seria o último show. Era o fim da última turnê americana, com todos cansados da histeria e das ameaças. Depois do episódio das Filipinase da polêmica sobre Jesus, eles haviam chegado no limite de sua paciência, e de seu cansaço.
Os bilhetes para o evento custam apenas cerca de $ 4,50 e $ 6,50, e inacreditavelmente o suficiente, apenas um pouco mais da metade dos 42.500 assentos do recinto foram vendidos. 
Enquanto a banda sabia que seria seu último concerto adequado juntos, John Lennon e Paul McCartney teria levado uma câmera para o palco, para tirar fotos da multidão e pessoalmente documentar a ocasião. Os Beatles também haviam solicitado a sua assessora de imprensa, Tony Barrow, para gravar o concerto em fita cassete. No entanto, uma vez que a fita só poderia gravar 30 minutos de cada lado e Barrow esqueceu de entregá-lo para o final do set, a música de encerramento ("Long Tall Sally") nunca foi gravada na íntegra.. 

Quando terminou, eles retornaram para Beverly Hills e, durante o vôo, George virou-se para Tony Barrow e disse: “É isso aí. Não sou mais um Beatle”. No dia 30 voaram para Nova York e de lá para Londres. 
De volta à Londres, cada Beatle foi cuidar de sua própria vida. Paul faria a trilha de "The Family Way" e John faria o filme "How I Won The War" de Richad Lester. Estavam felizes por sentirem-se "livres" pela primeira vez em tantos anos. Só uma pessoa não estava feliz: Mr. Brian Epstein, que tinha dedicado sua vida aos Beatles e a organização das turnês. "O que eu vou fazer agora?". Brian percebeu que precisava muito mais dos Beatles do que eles dele. Um anos depois, em agosto de 1967, Brian morreria, aparentemente de overdose de drogas antidepressivas. Os Beatles não deixaram apenas crescer bigodes, barbas e cabelos. Creseceram mentalmente e musicalmente, a partir dai, mudaram de fato o mundo.
O setlist do último show foi o seguinte:
  1. Rock and Roll Music (Chuck Berry cover)
  2. She's a Woman 
  3. If I Needed Someone 
  4. Day Tripper 
  5. Baby's in Black 
  6. I Feel Fine 
  7. Yesterday 
  8. I Wanna Be Your Man 
  9. Nowhere Man 
  10. Paperback Writer 
  11. Long Tall Sally 
    (Little Richard cover)
  12. In My Life 
    (John Lennon tocou o começo, enquanto o resto da banda deixou o palco)
Ouça 28 minutos do áudio original deste dia:

Assassino de John Lennon pede desculpas por ser tão idiota

Mark Chapman (da esquerda para a direita) em 1980,1998 e 2010
O assassino de John Lennon tentou pela oitava vez a liberdade condicional, e mais uma vez foi negada. Após uma audiência, ele pediu desculpas por ser um "idiota" que tinha perseguido o "caminho errado para a glória".

No dia 08 de Dezembro de 1980, Mark David Chapman deu cinco tiros em John Lennon, na frente do seu apartamento, no Edifício Dakota, onde John morava.

Chapman, de 59 anos, se declarou culpado de assassinato em segundo grau e foi condenado em 1981 a 20 anos à prisão perpétua.

Em uma transcrição divulgada ontem pelo jornal britânico The Independent, ele disse: "Eu sinto muito por causar esse tipo de dor.

"Eu sinto muito por ser tão idiota e escolhendo o caminho errado para a glória.


"Muitas, muitas pessoas o amavam. Ele era um grande e talentoso homem e eles ainda estão sofrendo. Eu recebo cartas sobre isso, então é um fator importante. Não é um crime comum."

O conselho negou o pedido e disse que a sua libertação seria "assim menosprezar a gravidade do crime, e que seria incompatível com o bem-estar da sociedade."

Chapman está na
Wende Correctional Facility, ao leste de Buffalo, e pode tentar para a liberação de novo em dois anos.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

ATUALIZAÇÃO: Devido a problemas de produção, remasters de "Venus And Mars" e "Wings At The Speed Of Sound" serão lançados em Novembro




Anteriormente previsto para ser lançado em Junho, os remasters do "Wings At The Speed Of Sound" e "Venus and Mars" serão relançados dia 22 (UK) e 23(US) de Setembro. Os discos fazem parte da série "McCartney Archive Collection", já foram relançados os discos McCartney I e II, Band On The Run, RAM e Wings Over America.

Atualização: Devido a problemas na produção dos álbuns Venus and Mars e Wings at Speed of Sound terão seus lançamentos adiados para o dia 03 de novembro no Reino Unido e 4 de novembro nos EUA, e não mais em Setembro como anunciado anteriormente (confira matéria original do Second Disc).

Ambos discos terão versões na mídia física e digital. Em três edições diferentes:

Standard Edition: Começando com 2 CD's Standard Edition, o primeiro CD contará com o álbum remasterizado original e o segundo incluirá CD bônus, incluindo demos e faixas inéditas.

Edição Deluxe: (2CD, 1 DVD) Deluxe Edition será alojado em um livro de capa dura com fotografias inéditas, novas entrevistas com Paul, material de Paul a partir de arquivos informações expandidas sobre a faixa-a-faixa. O DVD bônus da edição deluxe será composto de material filmado de cada disco, algumas filmagens nunca vistas antes.

Vinil: Os álbuns também estarão disponíveis em edições de vinil desdobrável especial (edições de vinil incluem um cartão de download).

Digital: Ambos discos serão disponibilizados como em Standard e Deluxe Edition - incluindo para iTunes e formatos em alta qualidade.


Como acontece com toda a Archive Collection, Paul supervisionou pessoalmente todos os aspectos das reedições. O trabalho de remasterização foi realizado no Abbey Road pela mesma equipe que trabalhou em todas as reedições, bem como o catálogo dos Beatles.

 
TRACKLIST:

Venus & Mars (em pré-venda no Amazon )

CD 1 – Remastered Album
1. Venus and Mars              
2. Rock Show                    
3. Love In Song                  
4. You Gave Me The Answer          
5. Magneto and Titanium Man      
6. Letting Go                  
7. Venus and Mars – Reprise          
8. Spirits Of Ancient Egypt          
9. Medicine Jar                  
10. Call Me Back Again              
11. Listen To What The Man Said          
12. Treat Her Gently – Lonely Old People      
13. Crossroads                  

CD 2 – Bonus Audio
1. Junior’s Farm                                    
2. Sally G                                                
3. Walking In The Park With Eloise              
4. Bridge On The River Suite                                              
5. My Carnival                                                         
6. Going To New Orleans (My Carnival)              
7. Hey Diddle [Ernie Winfrey Mix]               
8.  Let’s Love                                       
9. Soily [from One Hand Clapping]                         
10. Baby Face [from One Hand Clapping]                                                    
11. Lunch Box/Odd Sox                       
12. 4th Of July                                     
13. Rock Show [Old Version]       
14. Letting Go [Single Edit]                    
DVD – Bonus Film
1. Recording My Carnival                      
2. Bon Voyageur          
3. Wings At Elstree                              
4. Venus and Mars TV Ad   
                  

Wings At The Speed Of Sound (em pré-venda no Amazon)
CD 1 – Remastered Album
1. Let 'Em In                   
2. The Note You Never Wrote          
3. She’s My Baby                  
4. Beware My Love              
5. Wino Junko                  
6. Silly Love Songs              
7. Cook Of The House              
8. Time To Hide              
9. Must Do Something About It  
10. San Ferry Anne              
11. Warm And Beautiful          
              
CD 2 – Bonus Audio
1. Silly Love Songs [Demo]                  
2. She’s My Baby [Demo]                                    
3. Message To Joe                      
4. Beware My Love [John Bonham Version]          
5. Must Do Something About It [Paul’s Version]          
6. Let ‘Em In [Demo]                                         
7. Warm And Beautiful [Instrumental Demo]                   
              
DVD – Bonus Film
1. Silly Love Songs Music Video                  
2. Wings Over Wembley          
3. Wings In Venice

Fonte: Paul McCartney

Depois de Stella McCartney, Robert Plant também desafia Paul para o "Ice Bucket Challenge"


Hoje (27/08), três dias após Paul McCartney ser desafiado por sua filha Stella, e não ter aceitado, Paul McCartney também foi desafiado pelo Robert Plant. O fundador do Led Zeppelin, desafiou  também Tom Jones e Peter Gabriel (confira vídeo).
Eles terão 24 horas para aceitar o desafio, ou fazer a doação de US$ 100, muitas celebridades fizeram ambos.

Charlie Sheen (ex-integrante da série Two And A Half Men) jogou um balde com 10 mil dólares, e ainda desafiou (confira vídeo), os protagonistas atuais da série, além do diretor, que o demitiu no fim da 8ª temporada. Já banda Foo Fighters aceitou o desafio (confira vídeo), mas com sua criatividade, fizeram uma paródia do filme "Carrie."

Sobre o ALS Ice Bucket Challenge

O desafio nada mais é que uma campanha solidária para ajudar a ALS Association, organização que arrecada fundos para financiar pesquisa e ajudar pacientes com a Esclerose Lateral Amiotrófica (saiba mais sobre a doença), também conhecida como doença de Lou Gehrig.
O desafio funciona da seguinte maneira: A pessoa toma banho de água gelada, publica a cena nas redes sociais, e depois desafia os amigos. Quem for desafiado tem 24 horas para aceitar e, então, fazer a mesma coisa. Se não fizer, deve doar US$ 100 para a associação. Mas é claro que a ideia é fazer os dois: o desafio, para divulgar a causa, e a doação. Segundo a ALS Association, a campanha arrecadou US$ 15,6 milhões em doações no período de 29 de julho a 18 de agosto.
Um acordo foi firmado entre ABrELA, Instituto Paulo Gontijo e a ALS Association para que todas as doações brasileiras fossem revertidas para institutos e associações do Brasil. Para doar acesse: http://www.abrela.org.br/ ou http://www.ipg.org.br/ipg/faca-uma-doacao/lan/br


Paul McCartney pode se apresentar em São Paulo e Brasília


Paul McCartney encerrando show de Florianópolis, em 2012
Enquanto a Allianz Arena está em fase final de obras, a WTorre, responsável pela construção do estádio, e a AEG, gestora de eventos do novo palco, já planejam um grande show para a inauguração da nova casa palmeirense. O primeiro nome é o de Paul McCartney, que de acordo com o Jornal Destak, ele já está escalado para tocar no local em Novembro.  De acordo com a Globo, Paul McCartney se apresentaria no local dia 26 de Novembro (Quarta-feira). 
Radar On Line informou que a produção do ex-Beatle já fez uma vistoria na arena palmeirense, que está 95% concluída.
 
Anteriormente já havia sido divulgado que Paul McCartney estava em negociação para um show no estádio Palmeirense, já um show em Brasília é sonho da Planmusic desde o aniversário 50 anos da cidade. O Correio Braziliense conversou com produtores, que confirmaram  show de Paul McCartney no local, em Novembro, a empresa responsável pela agenda do cantor negocia a data,  por enquanto a provável seria dia 20 de Novembro.

Ao que tudo indica, o contrato depende da certeza de que o estádio realmente estará pronto em Outubro, como garante a construtora. Só depois desta confirmação, o show pode ser oficializado.

A cautela para a oficialização da agenda acontece por burocracia. Para cada evento, a gestão do estádio precisa conseguir um alvará diferente. Por isso, há a dependência de aprovações de órgãos públicos, como a prefeitura e o Corpo de Bombeiros. Além disso, há o receio de que outro show seja confirmado e, depois, cancelado, como aconteceu com o One Direction, que foi deslocado para o Estádio do Morumbi.  

Paul McCartney se apresentou em 1993 no Pacaembu, em 2010 no Morumbi.

Além do show de Paul McCartney, a AEG já iniciou conversas para uma apresentação dos Rolling Stones em março de 2015. Uma comitiva da banda inglesa já fez vistoria no estádio, e a banda já está confirmada para tocar  no Brasil entre fim de Fevereiro e começo de Março. 

Além de São Paulo, Recife também uma possibilidade, pois  de acordo com o Diário de Pernambuco, Alexandre Gonzaga, diretor-presidente da Arena Itaipava, em Recife revelou no dia 29 de Abril que seu desejo é que Paul McCartney faça um show por lá ainda esse ano.

Paul McCartney se apresentou no Brasil pela última vez em 2013, na estreia da "Out There", enquanto os Rolling Stones se apresentaram em 2006, num show gratuito em Copacabana.
Quando começam os rumores, já sabemos o resultado. E lembrando o histórico do Paul, confirmação oficial só um mês antes... então é bom já ir guardando seu dinheirinho.


terça-feira, 26 de agosto de 2014

VÍDEO DA SEMANA: Música de Paul McCartney em propaganda da Ralph Lauren

Recentemente foi exibido na TV uma propaganda lançada ano passado, com a música Cut Me Some Slack, de Paul McCartney com remanescentes do Nirvana. A música foi lançada no evento 12.12.12 e também está incluída no documentário Sound City, do Dave Grohl. No último Grammy, a música ganhou na categoria de "Melhor Música de Rock", e na época Paul McCartney levou 5 grammys.



segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Stella McCartney desafia Paul McCartney para o "Ice Bucket Challenge"


Depois de ser desafiada por Gwyneth Paltrow (ex-mulher de Chris Martin), Stella (em vídeo junto com o vocalista do Coldplay) desafiou seu pai, Paul McCartney, para também participar do "Ice Bucket Challenge". Além dele, também foram desafiados Bono Vox (Vocalista do U2) e a cantora Beyoncé.
Eles terão 24 horas para aceitar o desafio, ou fazer a doação de US$ 100, muitas celebridades fizeram ambos.

Charlie Sheen (ex-integrante da série Two And A Half Men) jogou um balde com 10 mil dólares, e ainda desafiou (confira vídeo), os protagonistas atuais da série, além do diretor, que o demitiu no fim da 8ª temporada. Já banda Foo Fighters aceitou o desafio (confira vídeo), mas com sua criatividade, fizeram uma paródia do filme "Carrie."

Sobre o ALS Ice Bucket Challenge

O desafio nada mais é que uma campanha solidária para ajudar a ALS Association, organização que arrecada fundos para financiar pesquisa e ajudar pacientes com a Esclerose Lateral Amiotrófica (saiba mais sobre a doença), também conhecida como doença de Lou Gehrig.
 
O desafio funciona da seguinte maneira: A pessoa toma banho de água gelada, publica a cena nas redes sociais, e depois desafia os amigos. Quem for desafiado tem 24 horas para aceitar e, então, fazer a mesma coisa. Se não fizer, deve doar US$ 100 para a associação. Mas é claro que a ideia é fazer os dois: o desafio, para divulgar a causa, e a doação. Segundo a ALS Association, a campanha arrecadou US$ 15,6 milhões em doações no período de 29 de julho a 18 de agosto.
 
 
Um acordo foi firmado entre ABrELA, Instituto Paulo Gontijo e a ALS Association para que todas as doações brasileiras fossem revertidas para institutos e associações do Brasil. Para doar acesse: http://www.abrela.org.br/ ou http://www.ipg.org.br/ipg/faca-uma-doacao/lan/br